Criado em 16 Junho 2017 Categoria: Colunistas
Imprimir

As festas juninas ou julinas são cheias de tentações culinárias. No cardápio não faltam delícias como doces de abóbora, batata doce, sagu, canjica, maçã do amor, pé de moleque, milho verde e cuscuz.

Apesar de muito saborosas, essas guloseimas devem ser consumidas com cautela. É que o excesso de açúcar e a textura de alguns desses alimentos podem causar danos à saúde da boca.

Para aproveitar o cardápio da temporada sem tantos riscos, o Conselho Regional de Odontologia de São Paulo (CROSP) traz seis dicas.

1 – Evite o consumo exagerado de doces

O excesso de açúcar é um dos principais causadores da cárie. Ela ocorre quando há a colonização de bactérias que metabolizam os carboidratos (açúcares), produzindo ácidos orgânicos e a diminuição do pH da boca.

Quando o pH é menor do que o recomendável, o que varia na presença do flúor (sem flúor 5,5 e com flúor 4,5), começa o processo de desmineralização dos tecidos dentais e a dissolução do fosfato de cálcio, interferindo na estrutura do esmalte. Dessa forma surge a cárie que, em casos extremos, ainda pode levar à destruição da coroa dentária.

Portanto, o mais recomendado é que os doces sejam consumidos com moderação. No geral, os industrializados como os docinhos de abóbora, batata doce e paçoca costumam ter doses extras da substância, mas o mais importante é tomar cuidado com o excesso.

2 – Prefira água e sucos naturais ao invés de refrigerantes

O refrigerante além de muito calórico é considerado um alimento pobre em nutrientes importantes para a saúde no geral. Portanto deve ser evitado em qualquer ocasião. No caso das festas juninas ou julinas será mais uma forma de aumentar o consumo de açúcar, alterar o PH da boca, prejudicando a saúde bucal!

Portanto, aumente o consumo de água que, além de ser mais saudável, estimula a produção da saliva e é essencial para a saúde da boca. Os sucos naturaissem adição de açúcar, também são uma boa pedida para a criançada! Vale aproveitar frutas típicas e fazer misturas com sabores bem brasileiros!

3 – Ingestão de bebidas alcoólicas com cautela

O álcool presente no quentão e no vinho quente que sãotípicos das festas juninas e julinas, traz uma série de prejuízos como o aumento da acidez na boca e a redução na produção de saliva, além contribuir para o mau hálito! É ainda um dos fatores de risco de doenças como o câncer da cavidade oral.

O vinho tinto, em especial, tem acidez que impacta na desmineralização dos dentes, permitindo a adesão de pigmentos naturais da bebida como o tanino, que causam manchas. Por isso é importante tomar água ou fazer um bochecho após a ingestão, caso a higienização completa vá ser feita somente quando a festa acabar.

4 – Usa aparelho? Evite os alimentos que podem danificá-los

Maçã do amor, pé de moleque, milho na espiga. Essas delícias são de dar água na boca, mas para quem usa aparelho ortodôntico alguns cuidados são necessários.

A maçã e o pé de moleque recebem uma camada generosa de açúcar cristalizado e a textura endurecida pode quebrar os braquetes. Até mesmo quem não usa aparelho deve ser cauteloso na hora de mastigar esses alimentos.

Já o milho é ótimo para grudar nos vãos dos dentes e quem usa aparelho terá muito mais dificuldade em removê-los. A dica é retirar os grãos da espiga com uma faca e consumir com moderação.

5 – Lembre de escovar os dentes depois que a festa acabar!

Chegando em casa o primeiro passo é escovar os dentes. Quanto antes a higienização for feita, menores serão os riscos de desenvolver algum problema de saúde bucal.

Lembrando sempre que a escova de dente, o creme dental com flúor e o fio dental são fundamentais para manutenção da saúde de sua boca.

6 – Faça visitas regulares ao seu cirurgião-dentista!

As visitas regulares ao cirurgião-dentista ajudam a prevenir e tratar doenças bucais. Por isso é fundamental consultar o profissional que é capaz de orientar a forma correta de cuidar da sua boca.

Não espere por um sintoma desconfortável. Procure sempre o seu cirurgião-dentista e siga à risca todas as recomendações.

Fonte: Conselho Regional de Odontologia

Da redação

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos abaixo, sendo certo que as opiniões não representam a opinião do portal CBA Notícias.Tem uma denúncia ou sugestão de reportagem, contate-nos: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.